Cinco homens armados foram presos por policiais civis e militares, em um prostíbulo de Ouro Branco, na noite desta terça-feira (15). Eles são acusados de tentar assassinar, na tarde do mesmo dia, o agente fazendário Hélio Jorge Freira, no posto fiscal da cidade sertaneja.

Com os acusados foram apreendidos três revólveres, e 33 munições intactas. Um integrante do grupo conseguiu fugir. Foram detidos: Cristiano Souza dos Santos, Edivonaldo Vitorino Pereira, Manoel Ventura dos Santos, Luciano Lacerda Gomes e Geneci Cordeiro da Silva. No momento da prisão os acusados estavam ingerindo bebida alcoólica no “Bar da Leninha” na cidade de Ouro Branco.

A polícia apurou que o atentado teria ocorrido porque o agente fazendário percebera a atitude suspeita dos acusados, que estavam de posse de um Fiat Palio ED, placa KJA 4671/PE, e de uma motocicleta adulterada. Eles colidiram com um carro da Secretaria da Fazenda e, em seguida, saíram em perseguição do agente fazendário para matá-lo. Hélio Jorge conseguiu escapar, após entrar em uma casa, pulando o muro do quintal, junto com um auxiliar do Fisco.

Os cinco homens presos foram levados para a Delegacia Regional de Santana do Ipanema onde foi lavrado o flagrante por formação de quadrilha, porte ilegal de arma, tentativa de homicídio e adulteração de veículo.

O delegado regional Rodrigo Cavalcante, que lavrou o flagrante, informou que os acusados estariam na localidade para a prática de atos criminosos. Explicou que são constantes os roubos nas rodovias e na feira de Dois Riachos, além de estar havendo roubos de veículos na região. Os acusados presos são suspeitos do cometimento desses crimes.  

O delegado Kelmann Vieira, diretor do DPJA1 (Diretoria de Polícia Judiciária da Área-1) já determinou que o delegado Rubens Cerqueira, de Ouro Branco, instaure inquérito e realize diligências no sentido de fazer a identificação criminal dos acusados.

Fonte: tudonahora

Anúncios