No último dia 21 de junho a cidade de Ouro Branco se encheu de alaegria por festejar 49 anos de Emancipação Política. Para isso a Prefeitura contou com o apoio das igrejas, inclusive a igreja católica, que exibiu nas ruas da cidade, os seus movimentos, pastorais e corais.

Pe. Janildo Vaz confeccionou um carro alegórico com a imagem do Padroeiro Santo Antonio, e trouxe um lema altamente convidativo para um momento de reflexão. A palavra P A Z formada por três letras, pedia a paz de verdade entre as comunidades e os poderes ali representados.

As escolas se apresentaram de forma dislumbrante. A Escola Rui Palmeira trabalhou um tema bastante polêmico, a drogra e a violência na família. Graças ao esforço da direção e dos professores, foi confeccionado muitos cartazes e faixas.

Já a Escola Estadual Professora Joanita de Melo, trabalhou a conscientização com relação aos cuidados sobre o mosquito da dengue e o manuseio da água limpa e parada.

A Secretaria de Agricultura trabalhou os programas sociais, juntamente com os assentamentos no município.

Um pouco da História

Ouro Branco foi emancipado no dia de 17 de maio de 1962, através da portaria 2.445/62 e teve a sua instalação no dia 21 de junho do mesmo ano. A data 21 de junho é marcada pela instalação da cidade, pela posse do primeiro prefeito, o comerciante e empresário José Soares da Silva (Duda Soares).

Para muitos Ouro Branco, nasceu em 21 de junho e isso não é verdade. 21 de junho é a data de sua instalação, de sua ascensão de povoado para categoria de cidade, mas a sua emancipação se deu em 17 de maio do mesmo ano através da portaria 2.445/62. Ou seja, essa data ficou marcada por que foi ela que oficializou a emancipação.

Banda Fanfarra Mestre Idalino Martins de Amorim

Anúncios