por Cláudia Meireles

Alagoas poderá enfrentar a maior seca dos últimos 50 anos

O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros e Coordenador Estadual da Defesa Civil do Estado de Alagoas, Coronel Luiz Antônio Honorato, iniciou a reunião do Comitê Integrado de Combate a Seca no Palácio da República em Maceió com uma previsão, digamos, ‘catastrófica’. Segundo ele, “Alagoas poderá enfrentar a maior seca dos últimos 50 anos”.

Se a previsão se confirmar, Alagoas poderá passar por um dos maiores desastres naturais já vistos nas últimas décadas. As fontes foram reveladas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e da Central de Meteorologia Estadual de Alagoas.

O fenômeno das secas no Brasil se dá devido a causas naturais. Uma região apresenta alta variabilidade climática, quando a chamada zona de convergência intertropical (ZCIT) não consegue se deslocar até a região Nordeste no período verão-outono, no Hemisfério Sul (fonte SUDENE).

“A seca vai acontecer, não adianta lutar contra ela porque ela existe. Mas para que seu impacto seja reduzido e para que possamos organizadamente ajudar o sertanejo alagoano, um povo humilde e carente que tanto precisa de nossa ajuda, estamos organizando e institucionalizando o plano de trabalho e ações de combate a seca envolvendo órgãos públicos federais, estaduais e municipais”, relatou o Comandante.

Participaram da reunião representantes da Defesa Civil Nacional e do Ministério da Integração, e o tenente-coronel Fábio, pertencente ao Estado do Paraná.

Fonte: alagoasemtemporeal