Armando e João Paulo comemoram sucesso do projeto no agreste de Pernambuco

A passagem do Pernambuco 14 pelo agreste do Estado neste fim de semana provocou mais uma ampla mobilização popular, reunindo ao total quase 3 mil pessoas nas plenárias de Caruaru, no sábado (17), e Surubim, no domingo (18). Com estes dois eventos, chega a sete o número de edições realizadas até o momento pelo projeto, liderado pelo pré-candidato ao governo de Pernambuco, senador Armando Monteiro, e pelo pré-candidato ao Senado, deputado federal João Paulo (PT).

Animado com a participação da população, que ao longo dos eventos apresentaram propostas e ideias para o plano de governo, Armando Monteiro destaca que é fundamental dialogar com todos os segmentos da sociedade de Pernambuco. Ele fala sobre a importância do projeto:

“Todos eles (os encontros) foram muito expressivos. Um grande público, com uma participação muito entusiasmada e animada. Eu destacaria a qualidade do conteúdo, das discussões em cada uma das salas temáticas e, ao final, as propostas e sugestões encaminhadas. Portanto, o objetivo maior de todo o planejamento destes encontros está sendo amplamente alcançado, que é o de podermos estimular a participação, ouvir a sociedade em cada uma das regiões e poder legitimar um programa de governo que vamos apresentar a Pernambuco”.

Em Caruaru e Surubim, Armando voltou a defender uma atenção maior ao interior do Estado, lembrando ainda a necessidade de se avançar em áreas como educação, saúde e segurança.

Veja abaixo alguns trechos do discurso de Armando:

Educação
“Queremos ampliar as nossas conquistas. Queremos fazer um desenvolvimento de melhor qualidade. Crescimento econômico não é verdadeiramente desenvolvimento, desenvolvimento pressupõe uma mudança estrutural. Quem tem a educação no ponto que Pernambuco tem hoje não pode dizer que fez uma mudança estrutural. Precisamos melhorar a educação.”

Saúde
“Precisamos melhorar e humanizar a saúde, oferecer serviços de melhor qualidade. Vamos colocar o profissional mais perto do povo, garantir a sua presença para que ele possa fazer o atendimento primário, dar atenção na consulta, tocar nas pessoas, valorizá-las. A saúde pode ter prédios, novos hospitais, UPA’s, mas precisamos fazer um pacto, um esforço, para melhorar a qualidade dos serviços, para investir nos hospitais regionais, porque tem pernambucanos lá do Araripe que se tiverem de fazer um eletrocardiograma têm que vir para Caruaru ou para o Recife. Então é preciso qualificar, equipar, os hospitais regionais, para que a saúde possa chegar da melhor forma a todos os pernambucanos”.

Segurança
“Quando olhamos a segurança, há a experiência do Pacto pela Vida, que é bem sucedida, mas nós ainda vivemos um ambiente de insegurança em muitas regiões de Pernambuco. Precisamos aumentar os efetivos. Precisamos motivar os profissionais da segurança, precisamos investir na polícia técnica”.

Infraestrutura
“Na infraestrutura vamos precisar muito de manter uma parceria com o governo federal. Quando falamos em trazer a BR-408 de Carpina para Surubim, nós só vamos poder fazer isto se tivermos o apoio do Governo Federal”.

Crédito da foto: Alexandre Albuquerque/Divulgação